terça-feira, 18 de novembro de 2008

Sobre o post do Gravataí Merengue

O assunto de hoje é o post que o G. Merengue escreveu, sobre o Vírgula, a Veja e o TDUD?. Acho bacana levantar a discussão sobre jornalismo/blogs de fofoca x humor x liberdade de imprensa e tal, acho mesmo. Eu trabalho com textos desde 1994, sou publicitária formada, com pós-graduação em Tradução, e tenho uma empresa de textos desde 96. O TDUD? não é meu (único) trabalho, portanto. Trabalho como revisora/redatora/fornecedora de conteúdo para mais uma dezena de clientes fixos, e adoro. Digo isso pra dizer que sim, acho bacana mesmo discutir sobre o texto em si, entre pessoas/profissionais da internet. Acho que todo mundo vai sair maior e melhor de uma boa discussão entre profissionais e adultos que somos.

Eu leio o Gravataí, e na maioria das vezes concordo com o que ele diz, e entendi que o que ele está levantando no post é a pretensa "contradição" do Virgula em escrever um texto sobre a matéria da Veja falando sobre Fabio Assunção e as drogas e ao mesmo tempo hospedar o nosso blog, que sempre comentou com ironia as notícias jornalísticas de outros blogs/sites/meios. Não vou discutir isso neste post aqui, mas estou pronta pra falar sobre, com quem quiser ouvir minha opinião. É só me escrever.

Estou escrevendo porque nos comentários daquele post as pessoas estão claramente confusas sobre a história "processo", dizendo que TDUD? está processando o blog Atoron, por exemplo... O próprio Gravataí diz que Polly se ofendeu quando foi chamada de "obesa". Enfim. Too much ado about nothing. Nada disso é verdade.

EU, Alessandra (e não o TDUD?), estou abrindo um processo contra José Hilário (o Metheoro), por ter sido chamada de maníaca depressiva no blog dele. Polly nunca se ofendeu por ser chamada de gorda, assim como Didi não se ofende por ser chamado de gay e eu não me ofendo por ser chamada de gengivuda/velha/gorda. Esse tipo de coisa eu acho que nem precisaria estar explicando, porque é absolutamente óbvio e quem nos lê deve saber. Polly É gorda, Didi É gay, eu SOU gengivuda, so what? A gente RI disso, o tempo todo, em nossos blogs pessoais.

Agora, quando você diz que uma pessoa matou gatos de outra pessoa, você está dizendo que ela cometeu um crime. Quando esse fato NÃO aconteceu, bom, você tem que se responsabilizar por isso. Quando você chama uma outra pessoa de maníaca depressiva com o intuito de injuriar/difamar, e ela não é maníaca depressiva, mas está escrevendo posts tristes porque seu pai acabou de MORRER, você tem que se responsabilizar por isso. Quando eu recebo este email:

...Hipopolly não se hospeda na casa de usa melhor ameeeega Lelê porque algum tempo atrás ela se hospedou lá e fez muita, mas muita merda mesmo. De comer coisas da geladayra a dar em cima do marido da Lelê. Marido esse, aliás, que trabalha no meio musical e fuma maconha loucamente, inclusive em casa e perto da filha deles...

... bom, o autor deste texto vai ter que responder por isso. E assim por diante.

Pra mim, a diferença entre o TDUD? e este email, por exemplo, está muito muito clara. A diferença entre o que a gente escreve no blog e dizer que tal pessoa mata gatos por sadismo (o que é um crime) está evidente - bem diferente de você fazer piada com uma pessoa gorda/velha/gay/tosca. Gostar ou não do TDUD? é uma coisa pessoal, direito intransferível. Uma coisa é uma coisa. Outra coisa, bem... é outra coisa. Minha opinião está dada e fico por aqui sobre este assunto.

Um beijo.

36 comentários:

Gravata disse...

Oi, Alessandra. Você é a PRIMEIRA pessoa a posicionar-se de forma coerente sobre o que houve.

É claro que não concordo com boa parte do que apareceu no "TDUD" e, confesso, não conhecia nem mesmo esse blog - cujo link foi passado por uma amiga.

Tudo que me chegou foi por meio de boatos e o espaço, ali no IM, está mais do que aberto para toda e qualquer manifestação, "outro lado" e afins. Sinta-se em casa para isso. Mesmo.

Um abraço

Gravata/Fernando

Nina disse...

Too much about nothing.

(é este o lado chato do sucesso, Lelê? Um monte de gente querendo aparecer às suas custas??)

De qualquer forma, acaba sendo chique, porque é tão Tom Jobim!

Lele Siedschlag disse...

:) valeu gravata. eu conheço teu trabalho e sei que vc é uma pessoa séria. não me incomoda mesmo você não gostar de coisas do TDUD?, ou nego odiar o blog.

eu sei que o que chegou pra você foi por meio de boatos, e sei de onde vieram.

como eu disse, uma coisa é uma coisa. outra coisa é outra coisa. e eu sei diferenciar.

superbeijo e obrigada pelo comentário. :)

lele

Lele Siedschlag disse...

nina, querida

nem é "aparecer às custas". tem um lance no brasil que é assim: você fazer sucesso realmente incomoda. então o cara que lê teu blog e não gosta, ele não fecha o teu blog e vai ler outra coisa. ele se incomoda de verdade, em algum nível pessoal, e começa a te atacar pessoalmente também.

isso tem a ver com a quantidade de acessos que a gente tem, também, e visibilidade. antes não era assim, agora é - e vai piorando. rosana hermann que o diga.

samiemaybe disse...

Então, li alguns dias atrás em algum blog sobre a necessidade louca q nós temos de tomar partido, eu achava q gostava de tomar partido, mas nessa história pude ver que não sou assim. Concordei com coisas do Atoron, com coisas do IM, mas discordei de muita coisa tb, enfim, não tenho mesmo porque tomar partido, e acho q ninguém além do advogado de vocês e os jurados (caso houvesse) deveriam tomar, só sei que foi bom ler esse seu post pois esclareceu muita coisa, e se vc se acha mesmo no direito de processar, siga em frente, e que a justiça decida da melhor forma! Bjs

Amanda Gonçalves disse...

É isso aí!! Adorei.
Não tem como não entender agora, tem?!


(Sempre tem, gente burra e ignorante sempre insiste em permanecer burro e ignorante, uma pena né Lele?!)

Bárbara disse...

Lele,

Adoro o TDUD?, adoro seus textos, adoro.
Acho que vc está certa em processar alguém que tentou te difamar. As pessoas devem pagar pelas merdas que fazem.
Só não se chateie de verdade por isso, ok? Tem muita gente falando sem pensar. Devem pagar quando falam merda, mas não deixe que as merdas te magoem.
beijos

whiteboxer disse...

Lelê, se tem uma coisa que admiro muito em você, sempre, é a sua tranquila coerência!

Stella disse...

Ia escrever exatamente o que o Whiteboxer disse. Ao contrário de você, costumo discordar do Gravatí Merengue e desta vez não é diferente. Se as pessoas não sabem diferenciar a capa da Veja!, o TDUD? e o Atoron Rihanna acho que é o caso delas voltarem pra escola e terem umas aulas de interpretação de texto.

Nina disse...

Lele,

Por isso falei do Tom Jobim:

"No Brasil, o sucesso é ofensa pessoal."

É fácil, não!

beijos anyway!

Gabriela R. Almeida disse...

O que acho mais incrível é você conseguir ENTENDER o que escrevem naquele blog Atoron. Sobre o post no IM, achei much ado about nothing.

Gabriela R. Almeida disse...

Rico trabalha na área musical? hahahaha adoro essas afirmações categóricas de gente que não faz idéia do que tá falando.

Magno disse...

Lelê,

Saudade de entrar aqui e ler seus textos de 'versos doídos' como vc aprendeu com a Cindy...infelizmente a 'dor' que se nota é outra,não sou seu amigo,mas me identifico muitíssimo com o que vc escreve,a ponto de me ver refletido em praticamente tudo.

Espero de coração que isso tudo se resolva!E voltemos a ter a Lelê que acredita 'que sentimentos têm a maior força do mundo...feliz de quem tem cavalos morando no peito'.

Bjão!

Pantera Cor De Rosa disse...

Lelê,

sempre leio o TDUD?, e tem dias que eu mimijo de rir, outras vezes, nem tanto. Mas gosto do blog de você e leio todos os dias.
Não tiro a sua razão de estar p***, mas acho queessa pessoa tá querendo aparecer as suas custas. De repente, se você tivesse mantido uma postura blasé a respeto disso tudo, ele ia continuar com seus poucos acessos no blog e pronto. Mas ele está conseguindo o que quer que, no meu ponto de vista, é causar a ponto de te incomodar justamente pra que você publique tudo e, com isso, ele ganhe a visibilidade que ele não conseguiu ter com seus textos chatos e seu modo cansativo de escrever.

Beijos

Christiane disse...

Acho que o pior do post do IM (eu entendo que a discussão ali era outra e tal) foi fazer uma pretensa análise com base em boatos. Ficar lá apregoando o quanto o texto da Veja foi objetivo, preocupado em debater a questão, lero-lero quando ele próprio não se propõe a ouvir o outro lado da história é, no mínimo, muito feio. Aliás, reclamar de erro de ortografia é sempre o discurso de quem não tem argumento

Ariett disse...

O Gravataí exagerou comparando o TDUD? com a Veja. As propostas e objetivos de cada veículo são bem diferentes, não? Se chegou ao ponto da Veja colocar na capa algo comparável ao que o TDUD? posta, tá na hora da Abril ficar preocupada mesmo.

Ana Paula Freitas disse...

Coerente, Lele. E fico mais satisfeita em ler o outro lado. Sobre o Atoron, até acho interessante o contraponto à 'unanimidade' TDUD!, mas sinto um ódio grande demais. Eles querem fingir que não se importam mas odeiam vocês demais, e isso já tira a validade da crítica.

Bj

dri valadares disse...

concordo que o debate sobre imprensa, fofoca, blog e liberdade de expressão é bacana e deve existir. mas quando o autor do texto traz elementos pra discussão do tipo a obesidade de polly, ou distorce o sentido de uma postagem no twitter pra fazer parecer que ela está incitando alguém a processar outro, a gente percebe que a coisa é picuinha mesmo. e o pior, comprou a picuinha de outro, completamente equivocado, e ampliou a voz do imbecil. o post do gravataí não serviu pra discutir nada, apenas para abrir espaço para mais ofensas e informações distorcidas. achei tudo bem desnecessário.

OneLag disse...

Ola,

Como alguem ja disse, sobre os processos, que a justiça decida. Só queria lhe perguntar se a acusação de "maniaco-depressiva" foi antes ou depois do falecimento do seu pai.

Pq, afinal, isso faz toda a diferença entre um xingamento vazio e uma baixaria...

Gi... disse...

Acho que o camaradinha sem graça lá se fudeu.

Gravata disse...

Oi, Alessandra. Pus um novo texto por lá, já mencionando aqui seu blog. Agradeço de antemão aos que aqui mencionam meu blog, um beijo a todos :)

http://www.interney.net/blogs/imprensamarrom/2008/11/18/editores_do_virgula_vem_ao_blog_e_reiter/

Não sei se a URL funcionará. Mas você é mencionada e falo sobre a forma doce com a qual comenta lá no blog, contrapondo-se à dos editores do portal, que chegaram com o pé-no-peito (quando, pela "lógica", poderia ser talvez o contrário).

Mas, no fim das contas, serviu para comprovar não a 'tese' do blog, mas o objeto da análise a que se propôs o texto - já que tudo se transformou numa conversa enviesada em razão de picuinhas blogais.

BHY disse...

Lele, há que se assumir essa postura passada nesse texto, em relação a isso porque é disso pra baixo.

A nossa capacidade de rir vem do tempo das cavernas, quando alguém caía, por exemplo, os demais achavam graça e riam.

Não existe humor sem subversão. Esse humor chapa branca dos programas de TV é chato porque lhe dá a sensação de que você perdeu o seu tempo e não que se esqueceu dele.

Quando alguém subia mais alto que os outros, por exemplo, lá no tempo das cavernas, causava um outro tipo de sensação nos demais. Nem um pouco engraçada. E como vemos, continua não sendo.

Que você fique bem e aos demais, passar bem.
;-)

Alana Della Nina disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Eva disse...

Lele,

seu poder de concisão, coerência e clareza no texto é invejável.

beijo e boa sorte no processo contra o anônimo; é lamentável essa gente que confunde humor com difamação, calúnia e ataques gratuitos - felizmente não é esse o seu caso.

Sara disse...

adoro o tipo de humor do TDUD? e leio diariamente. Se o conteúdo me incomodasse de alguma maneira eu simplesmente deixaria de ler... na minha opinião, o inimigo público número um das putas e viados leitoresdo blog amigo, quer mesmo conseguir alguma rebarba de sucesso... o pior é que eu acessei o blog dele. Péssimo. Enfim, eu como fã, gostaria que vocês nunca tivessem colocado um link dele no site, pq assim ele teria o apropriadíssimo anonimato que merece.

silvitcha disse...

oi alessandra,

gosto muito do TDUD? e, por tabela, dos blogs pessoais, principalmente do Didi!

concordo com sua resposta, acho que está na medida para o post do gravataí.

mas não foi para rasgar seda que eu estou escrevendo, é que uma coisa no seu post me incomodou:

"Esse tipo de coisa eu acho que nem precisaria estar explicando (...)"

gerundio mata, e achei seu texto tão bacana, será que não dá para arrumar não?

sem querer ser chata...

Lele Siedschlag disse...

desculpe, silvitcha, neste caso o gerúndio se justifica. a gente que ficou com um ranço do gerúndio telemarketing-ano, mas neste caso está ok.


onelag, sim, logicamente foi DEPOIS de o meu pai morrer. aliás, nem 2 semanas depois, foi quando eu comecei a escrever textos tristes.

silvitcha disse...

é birra mesmo! desculpe pela gafe!

Lívia disse...

Gente, hoje que fui me atualizar, tava perdendo a piada!
Olha, me apresenta esse teu marido do meio musical, eu só conheço o outro!

Sério agora, como sempre, coerente e lady. E tô aqui pro que precisar, sempre.

Beijinho

Marina disse...

Coitada da Polly... Foi expulsa da casa da Clarah Averbuck e da sua também... Foi acusada de matar um gato de uma e dar em cima do gato da outra...
Era para ela ter ficado com mais raiva que você, lele. Eles pegam mais pesado com ela...
beijos

Vitor Lessa disse...

Então.. eu acho um pouco incoerente uma pessoa que posta no TDUD querer processar alguém usando esses argumentos do post. Veja bem, eu disse que acho incoerente, mas você tem todo o direito de exigir respeito e de ser respeitada. Eu acho que esse é mais um momento pra refletir um pouco sobre até que ponto as incinuções feitas em um blog ofendem ou não uma pessoa. Olha, o TDUD tem passado cada vez mais de "blog satírico de sub celebridades" para imprensa marrom. Então, isso não é algo que faça muita diferença, mas (eu que sou leitor do TDUD há muito tempo) acho que o blog tem se desviado ou exagerado um pouco. Nem por isso vou deixar de ler o TDUD ou cruxifica-los e também não creio que uma coisa possa ficar estática e imutável, então eu vejo isso como consequência natural do sucesso. Mas imagine você sendo um parente do Fábio Assunção e lendo todo tipo de coisa que saiu na internet ou você tentando fazer um trabalho e acabar sendo satirizado em um blog. Isso é uma coisa natural da fama, o TDUD projetou vocês como subcelebridades na internet, então ficaram sujeitos à opinião alheia, aos desaforos e até às sátiras. Olha, eu entendo você e entendo a sua dor, espero que consiga fazer justiça e punir as pesosas que fizeram isso com você (não só na internet, mas o roubo também). Mas, depois disso, você não se sente um pouco na pele das pessoas que são ironizadas no TDUD?

Um Abraço.

Lele Siedschlag disse...

oi Vitor :)

Então, há uma diferença imensa entre comentar de forma humorística uma notícia que saiu na internet e dizer que uma pessoa cometeu um crime ou tem uma doença mental.

O TDUD? não é um blog jornalístico. Somos um blog de HUMOR, que comenta notícias jornalísticas de uma forma irônica sobre o mundo das celebridades.

A gente costuma dizer, entre nǿs mesmos, que uma vez que a coisa vira doença, por exemplo, perde a graça. A gente não curte brincar com doença. Este é um exemplo do que a gente acredita. Pode ser que estejamos errados? Sim. Mas por enquanto acreditamos mesmo no nosso humor.

Não mentimos em nossos posts. Olha só, uma vez fizemos um post sobre a Luciana Vendramini e os direitos que ela tinha ou não tinha sobre uma peça. Achamos que ela não tivesse; o advogado entrou em contato e disse que ela tinha, sim. Nos enganamos, pedimos desculpas, apagamos o post. Ponto. Ou seja, tentamos fazer a piada sempre em cima de informações verdadeiras. Eu não preciso inventar que uma pessoa mata gatos para fazer piada, por exemplo. Isso pra mim não é piada. É maldade.

Ah, e não somos imprensa marrom porque bem... não somos imprensa at all.

Beijo.

Tefy disse...

gente, comassim, fuma maconha na frente da filha? absurdo!

tem gente que realmente não tem noção do que acontece, é difamação, injúria, é CRIME!!!

principalmente pq usa o nome de uma menor, que nada tem haver com o que rola!!!


enfim, beijão, Lelelinda!

Ulisses Adirt disse...

Você vai mesmo processar um pobre infeliz que nem sabe escrever por causa de um texto? Maldade... ;-)

Maria disse...

TDUD é um das minhas leituras diárias, momento de humor certo na minha vidinha de crocheteira solitária. A D O R O e não me recordo de posts baixaria por lá.

Li o texto do IM, de maneira incompleta (achei aquela quantidade de citação ao TDUD redundante...) e achei que o autor enfiou os pés pelas mãos: como comparar a Veja, uma revista "séria" (detesto!) com um blog de escracho, que existe com ou sem o portal "vírgula" (que eu só conheço porque vocês migraram para ele), o objeto de comparação do post?

Quanto às fofocas, cara, fofoca de internet é de matar, né? Como disseram aí em cima, não dê Ibope pro ser que ele não merece isso.

Lívia disse...

Eu processaria qualquer pessoa que me comparasse com a Veja. Isso que é ofensa. :)

bjs