quinta-feira, 27 de novembro de 2008

APELO: ANIMAIS EM SANTA CATARINA


(Imagem daqui)


O GAE POA, amigos e simpatizantes da causa animal estamos solidários com o sofrimento do povo catarinense. A mobilização do governo federal e dos Estados brasileiros, bem como da população do país, tem por dever aplacar as necessidades imediatas dos desassistidos. Entre as vítimas da tragédia, estão também os animais que só contam com iniciativas de poucas ONGs. Muitos cães têm sido encontrados mortos, presos a coleiras nos pátios de suas casas, gatos ficaram nos apartamentos, sem que seus donos tivessem conseguido salvá-los. Centenas seguem nos telhados e nas árvores sobre as águas.
Nosso apelo, neste momento, é para que, além da ajuda oferecida aos humanos, também se façam donativos para os grupos que estão tentando resgatar e tratar animais.

Itajaí

O apelo da ONG Viva Bicho dá conta de que os animais não têm como pedir socorro e não conseguem se ajudar sozinhos. Muitos estão ilhados, sem comida, com medo, frio, à espera de ajuda. Cães e gatos sobreviventes vagam pelas ruas à procura de suas famílias e de alimentação. Apela-se aos moradores que tentem alimentar os animais que estão na rua.
Não há ração disponível para compra na cidade, precisando ser enviada de outros lugares. Qualquer doação reverterá na ajuda imediata para resgate e tratamento dos animais sobreviventes.

Contato: Bianca - Ong Viva Bicho - (47) 8425-1459 / 9903-5441
Banco do Brasil
Ag. 1489-3 cc 20793-4
Associação Viva Bicho
CNPJ 06 156 776 / 0001 - 81

Blumenau

Segundo informes da APRABLU - Associação Protetora de Animais de Blumenau, há muitos animais ilhados e também perdidos pela cidade, e a ONG pede que os moradores tentem alimentar e confortar os animais que encontrem. A Associação pede com urgência doações para compra de medicamentos, alimentação, condições de abrigagem, cordas e potes.

Contato para doações:
e-mail: aprablu@terra. com.br (Bárbara)
Caixa Econômica Federal (ou lotéricas)
Ag.411
Op. 013
C/C 187-5
Simone Ruth Stoltz

Florianópolis
Menos atingida do que as cidades do interior, a capital de Santa Catarina, por meio de integrantes do GAE Floripa e do É o Bicho organizam o envio de estoque de rações a Itajaí, já contando com uma forma de transporte para sábado. Contato para apoiar com doações: e-mail: ordepdarc@gmail.com (Pedro)


Não deixe de doar, mesmo um valor "pequeno". Neste momento, qualquer real vai ajudar. Repasse esta mensagem aos seus contatos, vamos nos juntar aos animais vítimas das enchentes de SC.

11 comentários:

Nina disse...

Moro em Florianópolis.
Para quem quiser ajudar:

http://meninadecachos.blogspot.com/2008/11/enchentes-em-santa-catarina.html

Mandioca disse...

Estamos todos sofrendo e solidários ao povo e também aos bichinhos de Santa Catarina.
Que coisa triste, meu Deus.
Ajudarei de acordo com meu alcance.
Linda iniciativa, não havia visto ninguém lembrando dos animais.

;)

Rachel P. disse...

Lele, mais um link de ajuda em Balneario de Camboriu e Itajai:
http://www.flickr.com/photos/bisous_bisous/3062572094/

E pra quem quiser ajudar as pessoas:
DOAÇÕES PARA SANTA CATARINA
A Coordenadoria Estadual de Defesa Civil do Paraná está coletando doações para o Estado de Santa Catarina. Os postos de coleta em Curitiba são:
* todas as 9 regionais, nas ruas da Cidadania, FAS - Fundação de Assistência Social e Armazéns da Família. http://www.curitiba.pr.gov.br/Regionais.aspx?servico=8
* Postos do Corpo de Bombeiros http://www.bombeiros.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=22
* Postos da Polícia Militar (41 3304-4800);
* Postos da Defesa Civil (outros estados também) - http://www.defesacivil.gov.br/sindec/estados/index.asp.
As empresas de transportes também poderão efetuar contato com a Defesa Civil Estadual através do e-mail defesacivil@casamilitar.pr.gov.br para efetuar cadastro, se quiser participar transportando as doações.
- TIPOS DE DOAÇÕES -
Água potável, Alimentos não perecíveis, Cobertores, Colchões, Materiais de Higiene e limpeza, roupas e calçados (de preferência separar em sacos Masculino, Feminino e Infantil) Cama, mesa e banho.
- DOAÇÕES EM DINHEIRO -
Qualquer quantia.
* Banco do Brasil – Agência 3582-3, Conta Corrente 80.000-7; ou
* Besc – Agência 068-0, Conta Corrente 80.000-0.
* BRADESCO S/A - 237 Agência 0348-4, Conta Corrente 160.000-1
Nome da pessoa jurídica:
Fundo Estadual de Defesa Civil - CNPJ 04.426.883/0001-57.
Todo dinheiro arrecado será utilizado para compra de mantimentos para os desalojados.

Vou fazer a minha parte amanhã,pessoas e bichos precisam da ajuda de todos agora.
Parabéns por divulgar sobre a ajuda aos animais, não é certo e nem justo abandoná-los numa hora dessas.

PRIsicótica disse...

Olá, Lele. Sou sua leitora no TDUD? e seguidora de twitter.

Com sua permissão, gostaria de replicar seu texto em meu Blog (com os devidos créditos)

Sempre penso nos animais quando acontecem essas calamidades e sempre me pareceu que ninguém mais se importava. Taí mais um motivo para admirá-la, além de seu bom humor (consequente de alguém provido de inteligência, claro ;).

A história o resgate da enchente me revoltou ainda mais. Bando de pai sem pinto!

No que precisar de apoio, pode contar comigo.

Abraço,
Pri

PRIsicótica disse...

sim, o blog: http://blogs.abril.com.br/blogdog

Nina disse...

Lelê, vou colocar um link no meu post de ajuda às pessoas para o seu blog, tá?

http://meninadecachos.blogspot.com/2008/11/enchentes-em-santa-catarina.html

Carla disse...

Existem notícias, que eu realmente espero que não sejam verdadeiras, de que nos lugares isolados pelos desmoronamentos, de onde as pessoas são tiradas somente via helicóptero, não há autorização para embarque de animais nas aeronaves, pq eles ocupariam espaço de pessoas. Ou seja... as pessoas vão embora e bichos de estimação ficam pra trás, isolados e sem comida.
Como isso me chegou em forma de boato, prefiro acreditar que não seja verdade.
Nunca deixaria meus queridos pra trás. Se hoje eles dependem da gente, é pq nós quisemos assim, tirando-os da vida selvagem que antes levavam.
Ainda bem que muita gente se preocupa com os pobres amigos de quatro patas facilmente esquecidos nos momentos de tragédia. Aqui em Floripa... e em todas as outras cidades mais ou menos atingidas, eles pedem socorro, mesmo sem palavras.

P. disse...

lele, mandei seu texto pra boooa parte da minha lista de contatos (boa parte de veterinários),

mas eu me esqueci de botar a fonte do texto!

ñ tem problema, tem?

Gabriela disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Adriana disse...

Oi Lele.

Cheguei aqui através do blog do Inagaki e já estou colocando uma divulgação em um dos meus blogs. Coloquei os links para teus posts. Estava mesmo pensando nisso, em como os animais também estão precisando muito de ajuda, é triste vê-los abandonados em uma situação como essa. Parabéns a todos pela iniciativa, nossos amigos e irmãos menores agradecem!

.::.paulinha.::. disse...

Olá
Fiquei muito triste com tudo isso... e em oposição a esse fato do abandono, hoje pela manhã vi uma matéria muito bacana que merece ser divulgada também: http://video.globo.com/Videos/Player/Entretenimento/0,,GIM936323-7822-PROTETOR+DOS+ANIMAIS,00.html
bjs