sexta-feira, 24 de outubro de 2008

o aniversário da minha melhor amiga

Nunca duvidei. Quando cheguei na sala de aula, primeiro dia de faculdade, ela estava sozinha, lá no fundo, observando o povo que se aglomerava e se apresentava, lá na frente. Pensei: encontrei minha amiga aqui dentro. E foi assim.

Dea me ensinou a dançar. Sério, parece ridículo, uma pessoa de 20 anos que não sabia dançar, mas não, eu não sabia. E comecei a dançar por causa dela. E comecei a sair por causa dela. Todo fim de semana, a gente saía juntas. São tantas histórias de cair no chão de rir, mas acho que só a gente entende e ri tanto, mesmo porque quando vai contar a história a gente se escangalha de rir e não consegue terminar. A gente começou a namorar dois amigos, e era o máximo, porque além de sair juntas a gente saía com os namorados juntas - e fugia deles juntas também.

E fomos amigas e depois melhores amigas e depois inseparáveis, e depois sócias e então madrinhas uma da outra. Sempre eventos tão importantes, mas a gente quase nunca passa os aniversários juntas. Mas hoje deu certo. Hoje, dia 25, é teu aniversário, Déu. E eu passei 10 minutos dele com você.

Vi todas as suas fotos, Sis. As tuas pedras. As tuas portas, de que você tanto gosta - as portas que te levam pro desconhecido, pra você se jogar, que essa é a tua vida. Se jogar em tudo o que você não conhece, e desvendar, e sapatear em cima, e ir embora. Eu te amo tanto por isso, e você me faz tanto bem sendo assim... um dia você vai entender tudo isso.

Esses 10 minutos de aniversário que a gente passou juntas hoje foram, mais uma vez, a minha porta - em que, com uma pessoa que me ouve e que eu gosto tanto de ouvir, eu pude me jogar pra dentro de mim mesma e me enxergar com os olhos de quem realmente entende. Da última fila. Com um sorriso no rosto.

Te amo tanto e te desejo todo o bem do mundo, hoje e para sempre. Parasempremente.

5 comentários:

Ana disse...

Parabéns Dea!
:)

Dea disse...

You make me smile, you make me cry, you make me happy. Love you always!

Clayton disse...

lindo isso. pra mim amigo é mais q tudo. mais q TUDO mesmo. pq se vc não é amigo do seu namorado, não dá certo, se não é amigo sua famíla, whats the point? e é mexer com amigo meu pra se enxergar sem, no mínimo, nenhum dente na boca.

rôdy disse...

fiz um post sobre você no blog que eu acabei de criar. se puder, dá uma lida :*

Tefy disse...

adorei!!! bela homenagem, Lele.

Amigo é tudo, amigo é Mara, amigo é o irmão que Deus coloca em nossas vidas.

beijos