terça-feira, 24 de junho de 2008

Ontem eu fui ao Carrefour Villa-Lobos (ali perto da ponte do Jaguaré, em SP) - eram 22h20. No fim das compras (o supermercado estava supervazio), na hora de empacotar as coisas, ouvi gritos horríveis, de crianças. Um cara subiu correndo pela rampa e pediu pra chamar o gerente, ou o responsável pelo supermercado. Eu imaginei o pior, larguei tudo e fui ver o que era. Ele me contou: dois meninos tinham sido espancados pelo segurança do supermercado, no andar de baixo. Motivo: estavam brincando na esteira rolante.

Os meninos subiram depois de uns minutos. Um menino de 10 e outro de 13. O de 10 estava chorando também, mas o de 13 estava todo machucado. O segurança encostou os dois na parede e desceu o cacete, encheu os dois de botinada. Enquanto o cara chamou o gerente, eu liguei pra polícia. Dei meu nome e falei que ficaria esperando.

O "gerente" chegou, me viu chamando a polícia. Eu perguntei a ele qual o nome do segurança, ele não quis me dizer. Perguntei qual o nome dele, ele disse que não ia me dar a informação. Disse que ou ele respondia pelo supermercado ou não respondia. Ele disse que o supermercado NÃO RESPONDE pelos atos dos seguranças. Depois eu descobri que o cara nem gerente era, era um "fiscal", seja lá o que isso queira dizer. Na hora em que a polícia chegou, o segurança-animal passou um rádio pro tal fiscal pra avisar. E o fiscal respondeu "Se vira aí e responde pelo que você fez". Fiscal Pilatos, lava as mãos.

Desci pra falar com a polícia, estavam lá os garotos, as testemunhas (eu e um casal, logo apareceu uma loira que disse que estava no carro e viu tudo). O segurança ainda tentou falar que os meninos furtaram alguma coisa, mas foi prontamente desmentido. Os policiais tinham spray de pimenta nas mãos (por quê? Não faço idéia). Chamaram os pais dos meninos, que logo chegaram. Uma família superpobre, de algum barraco ali do lado. A mãe, chorando, disse que tinha mandado os meninos "comprar mistura". Os policiais me dispensaram e eu fui embora, mas antes tirei uma foto da perna do menino de 13 anos.



Se puderem divulgar eu agradeço. Eu não consegui dormir essa noite, de dor no peito. Duvido que se fosse uma filha minha, por exemplo, eles fizessem isso. Preto e pobre, essa é a equação que valeu ontem à noite.

61 comentários:

Rubens disse...

Lele...vou postar história no meu blog e fazer a blogosfera Gay toda subir este texto!

Foda, né?

Boneca falante disse...

vc pode fazer uma denúncia pro Conselho Tutelar.
na net vc acha os dados sobre o Conselho responsável pela região do supermercado
se quiser conversar sobre, me procure.
Emilia

Clebs disse...

Aonde arrumam esses caras ditos seguranças?? No presídio!?

Só pode!

Detalhe que é aí que colocam uma arma na mão e é aí que acontecem as merdas.

Revoltei com você.

Mel®© disse...

Olá. Cheguei aqui pelo QL.
è triste essa realidade da segurança patrimonial.
Estão lá para proteger o patrimônio de quem os contrata e não dos usuários.
Pobre crianças, só queriam brincar...
Parabéns pela coragem de postar e denunciar.
Vou repassar.
Abraços

Neli disse...

Também cheguei aqui pelo QL. Lamentável. Agora eu pergunto: quantos brancos, bem vestidos, você vê sendo revistados pelos policiais nas ruas??? Sugiro que você denuncie através de todas as mídias possíveis como jornais (o JT adora esse tipo de denúncia...) Mande email com a foto incluída...Louvável a sua atitude de denunciar.

Lesmadesofá disse...

Que horror! Vou divulgar sim.
Vc não soube de mais nada, de nenhum desdobramento?
beijão e valeu pela denúncia(e pela coragem)

Gacta disse...

que horror cara. eu tenho um filho de 10 anos. nao consigo entender porque alguem faria isso com uma criança. nao entra na minha cabeça. vendo a foto fiquei imaginando se fosse meu filho.

beijei ele agora. fica foda ter um filho nesse mundo perverso. faz a gente querer que voltem a ser espermatozoide e ovulo, pq pelo menos estao protegidos, dentro de quem os ama. de verdade.

Suzanne Leenhoff disse...

O que ninguém pergunta é o que essas crianças estavam fazendo, sozinhas, na rua. Óbvio que a agressão é um absurdo, mas a negligência dos pais é o que sujeita as crianças a esse tipo de coisa. Se elas estivessem em casa, recebendo atenção, nada disso teria acontecido.

Lele Siedschlag disse...

suzanne

eu falei com os pais. falei pra mãe que era muita irresponsabilidade dela, pedi pra ela me prometer que nao deixaria mais os dois sozinhos.

mas cara... isso justifica? guess not. mesmo.

Maridete disse...

Parabéns Lele

Pela atitude em defesa das crianças e pela coragem em denunciar essa maldade.

Que absurdo! Todos os dias temos crianças agredidas por pessoas perversas!

Mari.

friendsp disse...

Melhor é não sair em defesa de ninguem porque hoje em dia tem criança da 10 anos matando por ai, tem criança que é foda, te xinga, te ameaça, já fui até assaltado por uma criança com um pedaço de caco de vidro na mão. Hoje em dia eles são adultos para tudo, quando a bronca chega ai são crianças!

Fabianny disse...

e nem interessa se as crianças eram delinquentes ou não! isso não é tratamento que se tenha!

danieli disse...

peraí, negligência naonde? um dos meninos tinha 13 anos, eu com 13 anos já ia pra tudo quanto é canto sozinha e levava meus irmãos de 6/7. ainda por cima eles moravam perto do mercado, vai dizer que vcs não deixariam uma criança de 13 anos ir sozinha até a esquina? não vejo negligência dos pais nem de longe.

Manoela disse...

Leio o TDUD? e participo da comunidade, mas nunca posto, só gosto de ler e dar rizada. Mas tem certas coisas que precisam ser comentadas: é um absurdo um negócio desses, e impostante da sua parte divulgar, pois com o sucesso do TDUD? você está tendo um alcance na mídia muito grande. Sei que essa notícia não é o perfil do TDUD?, mas talvez um link lá pra essa notícia aqui fosse interessante, pois esse tipo de coisa tem que aparecer, pra que de alguma forma nós possamos protestar contra a impunidade desse tipo de atitude. Nem que seja boicotando o supermercado, que se isenta da responsabilidade sobre os atos dos seus funcionários. Parabéns por divulgar!

Samantha Sherwood disse...

Poxa, Alê, é tão mais fácil zoar, né? E ler zoeira, também. Cheguei aqui pelo QL desta vez e, porra! que merda.

Tem criança trombadinha? Até tem, mas em nenhum lugar da lei tem que tá liberado espancar. Ninguém. Nem criança nem adulto. Toda vez que eu sei de uma coisa assim, vejo a cena: "E agora, à nossa direita, pesando 35 kg e com 1,30 m. de altura, Zezinho, que veio comprar mistura. E à sua esquerda, pesando 90 kg, 1,80 m. de altura, Ork, o troglodita. Começa a luta."

Qualquer coisa, viu, é só falar. Beijão.

Flávio Amaral

Dadox disse...

Lele, lamentável.

Tb me revolto qndo vejo isso.. realmente é caso de se levar a TV e ver o que o supermercado tem a dizer ao terceirizar um serviço feito por marginais armados! Insto não é um segunrança, é um animal irracional solto e perigoso!

Carla disse...

Muita coragem a sua.
Parabéns pela atitude.
Não há como exigir respeito desses futuros homens do Brasil se desde criança eles não são respeitados.
Eu ainda espero o dia em que o ser humano volte a lembrar o que é ser... humano.

Lucia Freitas disse...

Lele
Recebi numa lista que assino. Vai pro blog já já, combinado?
bj

Lele Siedschlag disse...

bora, gente.

estou profundamente comovida com esse apoio. é bem foda estar rodeada de gente foda.

linkem daí que eu linko daqui.

nanda.paulistinha disse...

PRETO + POBRE + TÊNIS NIKE (?)

DUAS CRIANÇAS (10 e 12 anos) NA RUA após às 22h (?)

lugar de criança é na rua? após às 22h?

obs: família só aparece qdo acontece o pior (isso pq alguém teve o bom senso se chamar a pm, q no milagre da boa vontade, apareceu)

claro que a notícia é um absurdo, e o segurança deve ser punido, mas.. se os pais fossem menos irresponsáveis, as crianças não estariam no supermercado (comprando mistura - ?) às 22h da noite, até pq, a essas horas criança já tem q ter jantado e estar na cama, dormindo..

então qdo divulgarem, tbm façam o favor de informar o conselho tutelar, só por precaução..

vai que amanhã alguém encontra mais duas crianças no supermercado, após às 22h

Ollie McGee disse...

Nossa! Que absurdo. Você fez muito bem em chamar a polícia e denunciar o animal que fez isso. Porém temo que acabe não dando em nada, pois, como vc mesmo observou, são pretos & pobres.

Geralmente, nesses casos, o máximo que acontecerá com o tal 'segurança' será perder o emprego. Desperta a revolta na gente esses casos de de violência contra as crianças. Quando é que isso vai parar? =(

Nana disse...

Lele,
já encaminhei teu relato para um promotor.Se não podemos mudar tudo no mundo, vamos pelo menos fazer a diferença para alguem

ludo disse...

Parabéns pela sua atitude.

Infelizmente isso não vai dar em nada se ninguém ficar batendo, porque com você mesmo disse preto e pobre ninguém dá trela.

Mas tem de chamar a polícia e divulgar, colocar a boca no trombone.

Essas empresas de segurança são, em sua maioria, totalmente despreparadas, tendo trogloditas trabalhando para elas (basta ver o que acontece em baladas das mais variadas).

Acredito que e-mails para o Carrefour, contando o que aconteceu, talvez possa surtir algum efeito, pelo menos a troca da empresa de segurança.

Lele Siedschlag disse...

eu falei uma hora pelo telefone hoje com o sac do carrefour. tem até número de protocolo.

disseram que respondem em 48 horas. vamos ver... porque eu vou continuar fazendo o update dessa história, quero ver onde vai chegar. sério mesmo. me envolvi.

posso não ter feito tudo certo, hoje me arrependo de não ter tirado mais fotos e pegado o nome dos meninos, por exemplo. mas de verdade, eu estava fora de mim, uma mistura de medo, raiva, indignação, nojo, frustração.

Lucia disse...

Lele boa noite.
Estou fazendo curso de Conselheira em Direitos Humanos.
Vou levar este caso para discussão no forum do curso. Posso?

Augusto Luiz disse...

Muita falta de qualificação!
Tanto profissional quanto humana!

Fez bem ter postado!

Lele Siedschlag disse...

logico, lucia. por favor.

Marco disse...

Precisamos nos importar mais!
Louvável seu espiríto de indignação e agilidade na busca por uma solução justa!

Parabéns!!!

Nina disse...

Fiquei pasma e revoltada, não só pelo ocorrido, mas também com algumas opiniões preconceituosas que li aqui.
Não importa se estavam na rua tarde, se estavam de tênis Nike, se tem criança desta idade que rouba e mata...
O foco aqui é a atitude do segurança!!!!
Que foi violenta, arbitrária e injusta.
E a postura do supermercado, omissa e covarde.
Vou acompanhar o caso, aqui de longe, Lelê.
beijos!

Bába disse...

Triste, mas muito triste a nossa realidade! Isso acontece mesmo. Já trabalhei nessa empresa francesa que trata brasileiros como lixo. Sugam e jogam fora! Por atitudes desse tipo deveriamos boicotar as compras nesse hipermercado. Fazer isso com criança pobrre e negra é fácil não é? É bem provável que esse tratamenteo seja recomendado pelos gerentes franceses. Não compro mais lá!

Tina Lopes disse...

Lele, parabéns. Vim pelo QL e acho que isso daria uma bela pauta pra imprensa grande, tipo F.São Paulo. Esses seguranças são um perigo, têm carta branca das empresas até que erram a dose e daí respondem por si mesmos - uma covardia empresarial sem tamanho.

Carla Beatriz disse...

Oi Lele,

Cheguei no teu blog pelo Blog do Desabafo de Mãe e estou indignada com a história postada por ti, pela covardia sem tamanho mostrada pelo segurança do supermercado. Nessas horas, ninguém assume nada e ainda tratam a gente de trouxa, quando queremos defender o que é justo.
Parabéns pela tua atitude e que consigas fazer o update da história.
Nem comento sobre o fato de dois pré-adolescentes estarem na rua às 22 horas, pois perto de meu apto há um beco com várias casas e as crianças (em sua maioria, negras e pobres) ficam brincando até altas horas da noite (22, 23, 24h) na rua, SEM a supervisão de nenhum adulto. :-(

Carla Beatriz disse...

Lele,

Já publiquei teu texto em meu blog.

http://carlabeatrix.blogspot.com/2008/06/violncia-contra-crianas.html

Beijos

Mogli disse...

História já postada no meu blog. Vai fundo!

iara disse...

lele,

estou como ser humano e mãe indignada também e obviamente é claro que o motivo da agressão foi preto e pobre.
mas quero fazer mais um desabafo.
mesmo aqui no seu blog com todo mundo indignado estão muitos comentários preconceituosos e fora da realidade.

tênis nike? sim, trabalhei por 7 anos numa casa de assistência e recebìamos muitos desses e outras marcas em ótimas condições para serem doados a famílias carentes, então quando virem tênis de marca nos pés de alguém nas ruas não imaginem que estão fingindo serem pobres para ganhar algum troco ou foram roubados...

trombadinhas?
pq eles obrigatoriamente seriam trombadinhas? e se fossem? justifica a violência ou esta só gera revolta e mais violência? pois ísso foi o que viram e receberam do mundo?

nooooosa crianças na rua após as 22 horas?? bem as condições de vida e de educação, os conceitos e tudo mais de famílias que moram nas ruas e sem condições são muito, muito diferentes das nossas, basta trabalhar com eles pra entender que é outro mundo. não tente julgar e sim compreender.não é possível para eles fazer o que fazemos pelos nosos filhos simplesmente pq eles também nunca viveram ou tiveram isso. desde a geração dos pais deles. e não, não é culpa única e exclusiva deles.
pense em viver sem escola, sem perspectiva de melhorar de vida sem nada...talvez entendam...
muito bonito pensar que com esforço próprio todos chegarão ao eldorado mas não é bem assim...

ajudem o próximo. não critiquem

parabéns pelo inciativa lele.
bjs

didi disse...

Boa tarde!!!!
parabéns pela iniciativa!!!!
muito só ficariam na observação ou pior fingiriam que não estavam vendo nada (uma pena que muitos façam isto)

pessoas como vc que irão fazer a diferença!!!!


moro nas imediações conheço e frequento este supermercado
ali ao lado visinho de parede dele existe uns predios muito simples de pessoas muito carentes, existem menores que aposto que a unica diversão deles é exatamente esta
subir e descer de escadas rolantes!!!!

uma pena isto....
idepentendente de serem pobres mal vistidos ou etc...
são seres humanos e mais ainda ainda são crianças sim, jogadas na vida ao abandono sim!!!!!

Gilmore Guy disse...

Cara, é sério! Isso é um disparate!
E o pior, é que fica na impunidade. Quantas crianças não estão sendo espancadas nesse momento por pais, padrastos, babás, irmãos, primos e... seguranças?

É o cúmulo uma coisa dessas, o cúmulo mesmo!

Vou divulgar o link no meu blog.
Ah, e eu amo o TDUD? de coração.

khakha disse...

nossa.. to tao chocada com essa historia que nem consigo escrever uma coisa decente. e o que me entristece e irrita mais, mais do que o espancamento em si, eh o fato de que, como ela msm disse, isso so aconteceu pq os meninos 'tipo pivete', se fosse uma crianca toda arrumadinha isso nunca aconteceria. espero que esse 'seguranca' (de que?) se foda muito

Xonas disse...

Nossa, Lelel, mas que absurdo!
Sua atitude foi digníssima e corajosa, meus parabéns!

Passageiro disse...

Que coisa horrivel, vc quem chamou a policia, não tem como verificar o que aconteceu com o segurança, se ele foi punido ou não, alguma coisa tem que ser feita, isso é inadmissivel... O que podemos fazer a respeito?

Também divulgarei esse caso no meu blog...

Nadja Pereira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ulisses Adirt disse...

Credo... o pior é q eu já fiz compras por lá... Não faço mais...

Passageiro disse...

Carrefour: Uma Empresa Inimiga da Sociedade

http://passageirodomundo.blogspot.com/2008/06/carrefour-uma-empresa-inimiga-da.html

Amanda disse...

muito trsite essa historia estou horrorizada...
vc fez a coisa certe :]
abraços

Lenita disse...

Lele, vc tá d parabéns pela atitude tomada. fez a coisa certa!
Vou postar no meu blog tbm!
Bjks

Soraya Moore. disse...

É tão difícil deixar de enxergar só nosso mundinho e prestar atenção nos outros, né?

Que bom que ainda existam pessoas que se indignem com esse tipo de coisa.
Trabalho na assistência jurídica gratuita da minha cidade, vejo coisas assim todos os dias e não consigo(nem quero!) achar natural, o descaso é revoltante.

Parabéns pela atitude!

Unexpected Boy disse...

Wôrrivel... Maldade contra crianças dói demais em qualquer um. Meu! Só pq os muleques estavam fudunçando, precisava bater?
Covardes cretinos sem mãe! Isso é o que eles são!

Polly disse...

eu já fui ameaçada por 2 com essa mesma idade, cheirados de cola, numa das piores áreas do rio de janeiro... ameaçaram me quebrar e partiram pra cima... o que eu fiz? quebrei eles antes e bati MESMO.

sinto muito, mas eu trabalho demais pra ser assaltada e agredida por duas "crianças"... pode não ter sido esse o caso no mercado, mas é de grande valia pensar que nem sempre "crianças" são tao inofensivas.

Simone disse...

Lele, me deu vontade de chorar com essa história .... vou mandar por e-mail para meus amigos e assim divulgar!
bjs

Letícia Santos disse...

Lele, eu era sua fã com as futilidades do TDUD, mas agora vendo os seus 'da vida real' fiquei muito mais!

Bjos

Helder Marques disse...

Se todos que vissem uma injustiça se revoltassem contra ela, o mundo seria um lugar melhor!
Parabéns peça tua atitude!

Leonardo Augusto Matsuda disse...

Péssimo!

Que vergonha e medo da capacidade desse povo com que a gente tromba a cada esquina...

cenasdacidade disse...

Lembrei daquele Carrefour no Rio que entregava quem furtou para os traficantes, para joga-los no "microondas"
absurdo... quem os caras pensam que são??

Lia disse...

Olha, eu frequento esse Carrefour e já vi essa molecada zoando por lá. Eu sei que não justifica a pancadaria, mas eu já cansei de ver esses meninos correndo na "contra mão" e empurrando as pessoas e tb chutando as esteiras pra elas pararem.

Já aconteceu até de eu estar na esteira com carrinho e esse meninos pulando e azucrinando pra ela parar, com idoso e tudo mais nela.

SANTOS eles não são.

chester disse...

Lele,

Em primeiro lugar, parabéns pela disposição em fazer algo a respeito. Cheguei aqui via Twitter (e estou divulgando da mesma forma).

Já fiz compras nesse Carrefour, e, de fato, a relação do mercado com a população carente da vizinhança é, para dizer o mínimo, tensa. Mas nada justifica uma agressão desse gênero, e isso deve vir a público.

Apoio total à iniciativa.

EduardoCoutinho disse...

Linkando agora !

Tomara que se crie um buzz suficiente para fazer a diferença.

Tom disse...

Triste. :'-(

Iana disse...

Total absurdo!

Tom disse...

hahahaha complicado viu um dia nos agente de fiscalizaçao ou "fiscais" ou os "vig" vigilantes somos amados outro dia odiados mais é assim mesmo...o mais foda disso é q eu ja trabalhei com o chefe da fiscalizaçao do carrefour vila lobos muito gente boa ele... hehehe

Fernando Dasilva disse...

Ai. Lele...vim aqui pelo Carioca Virtual..to passado com tanta violencia gratuita ai no Brasil. Sera o que esta acontecendo? Sera que eh frustracao pessoal descontada em terceiros?
Vou divulgar pros amigos dai e pedir pra todos postarem algo e passar pra frente.
Como que alguem do Carrefour nao se manifestou em defesa dos meninos?

Parabens a voce pela excelente atitude.

Marcos disse...

Ontem eu fui ao Carrefour Villa-Lobos (ali perto da ponte do Jaguaré, em SP) – eram 22h20.
Os policiais me dispensaram e eu fui embora, mas antes tirei uma foto da perna do menino de 13 anos.

Tipo quanto tempo eles ficaram no supermercado?
Pois na foto o sol ta comendo lá fora!
E o moleque pobre ta usando um Nike!
rs